segunda-feira, 12 de maio de 2008

Procuro afeto até em bueiros

video
como era mesmo o título da estoria ?
conversas com o bueiro ?
bueiro abraça me forte ?
meu bueiro profundo?
meu bueiro cabem dois ?

eu e o bu'eu'ro
o bueiro e eu
no buraco do bueiro
a palavara no bueiro
Buuu... Eu?
Mas acho que era: "eu e o bueiro"




não falei que ficava quase construtivista Mari ...

3 comentários:

ALEXANDRE NASSER disse...

Engraçado, noites medíocres superam a minha paciência de ficar dando olá, olá p todo mundo q v vc num momento raro. Eu deveria ir p a national geografic. Bom, meu blog é um tédio, eu sumo e apareço, mesmo com a ameaça constante de deletá-lo. Este tá durando. Os outros ficaram na casa dos 3: 3 horas, 3 dias....enfim.
Este vídeo postado aí ó, logo sobre meu recado, é um filme? Passa o nome? Passa tudo? Passa a carteira? rs. Sao qse 6 da manha e eu cheguei de um velório. Isso é sério.
Ps: a boate realmente tv péssima, a felicidade em massa me incomoda. E com música baiana? Difícil, mesmo com vodca e tapa ouvido.

marianadias disse...

buscando-se no bueiro
ou encontrando-se na cabra cega

tanto faz a nossa brincadeira de suspender a vida em momentos poéticos por alguns instantes!

foi muito importante te ouvir falar hj na aula da gercilga

a cada dia que passa conheço um cadinho de vc, e isso é bom

ALEXANDRE NASSER disse...

rs, assumo o meu lado, lado? são os dois lados, então nem lado há. Assumo meu todo pobre e peço, por favor, há algum site caridoso que disponha deste filme q me deixou curiosíssimo?