segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

nasci no planeta, nasci mulher


Bjork.com medulla
the pleasure is all mine /to get to be the generous one /is the strongest sance /
the pleasure is all mine /to finally let go /and evenly flow /(the harvest is here)/
who gives most /who gets to give most /the pleasure is all mine /women like us /
strengthen most /host-like - when in doubt give /in doubt: give

o prazer é todo meu /de ser a mais generosa /que é a parte mais forte /o prazer é todo meu /de deixar passar /e deixar correr /(essa é a recompensa) /é a que mais dá
quem chega a dar mais /o prazer é todo meu /mulheres como nós /suportam mais
como uma hospedeira - quando em dúvida, dá /em dúvida: Dá

Performed by Björk, Tagaq & Rahzel

"Quando eu fiz essa canção, foi a primeira vez que deixei minha bebezinha. tive que ir a La Gomera, que é uma pequana ilha das Canárias - umas dessas ilhas que turistas não vão - e eu achei na net o estúdio desse cara lá, e eu acho que fui sua primeira cliente. Então fui pra lá com um engenheiro e minha bebezinha, então quando voamos pensei -- ela só tem catorze meses -- e eles vão embora quatro dias antes de mim, então eu pude pela primeira vez pular de um penhasco -- claro que não literalmente. Como quando você está escrevendo uma canção e não consegue dormir por 40 horas até que esteja pronta, e você não tem a obrigação de colocála pra dormir e se torna totalmente auto-indulgente. então essa canção para mim é só uma forma sensual de cair naquela piscina de novo, onde há só você e a música, ninguém mais, e caminhar pelos penhascos em La Gomera e simplesmente não me culpar, e você pode fazê-lo cantando e cantando obcecada pela música." (Björk, XFM 25aug04)

Um comentário:

F. disse...

Prazer mesmo, assim, luminoso e iluminado, é ter alguém como você na minha vida!

Obrigada, fofíssimo!
Te adoro.
Bjs.